quinta-feira, 22 de setembro de 2016

As rotinas...e eu!



Ainda ontem lia um post num outro mummy blog, onde ela explicava os horários rígidos das rotinas que seguia com os seus três filhotes.
Daqui a poucos dias, também eu serei uma mãe de três (ainda me custa a acreditar) e imaginei-me perfeitamente dentro daquelas rotinas.
Como educadora sei bem que as rotinas são parte essencial do crescimento das crianças, mas por alguma razão aqui em casa as rotinas não funcionam muito bem...
Descobri recentemente que a razão das rotinas não funcionarem bem até aqui sou simplesmente eu!
Sou uma pessoa que adora "voar" e fazer coisas novas e diferentes todos os dias e sou mesmo avessa a rotinas na minha vida. Detesto a ideia de fazer todos os dias a mesma coisa e de "programar-me" para uma determinada coisa...simplesmente eu não sou assim!
Mas, mesmo assim, tenho que admitir e concordar que as rotinas e um horário estruturado fazem maravilhas nos miúdos.
Estando de baixa á tanta tempo, acabei por não ter grandes horários e a Camila foi na minha onda...
agora estamos a tentar que encontre novamente um ritmo fixo, principalmente de "deitar cedo e cedo erguer" e apesar de não estar a ser fácil já noto imensas melhorias numa só semana.
Estou seriamente a pensar em converter-me também ás rotinas, e estabelecer horários e metas para cada dia. Tenho a certeza que me ajudaria a equilibrar as inúmeras coisas que faço ao mesmo tempo e que me tornaria mais eficiente em tudo, principalmente no papel de mãe.
Segunda-feira começarei o meu treino de disciplina e rigor...vamos ver como funcionará...vou mantendo-vos a par de tudo e se tiverem dicas para me auto disciplinar por favor partilhem!!
Sei que não vai ser fácil transformar uma mente rebelde numa "coisa"
 arrumadinha, mas pelo menos vale a pena tentar ;)

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

1º dia como finalista do 1º ciclo


Hoje foi o 1º dia como finalista do 1º ciclo.
Não consigo deixar de pensar em como esta fase está a passar à velocidade da luz...ainda ontem entrava pela primeira vez na escola com uma enorme alegria e vontade de aprender (coisa que passou logo no 1º dia quando o obrigaram a escrever o nome completo em letra manuscrita que ele nunca tinha feito e que demorou horas e ficou com o pulso a doer..passando a frente para não me lembrar só das coisas tristes).
Não ia cheio de vontade (até porque custa voltar a rotina após 3 meses de boa vida) mas assim que viu os amigos correu e riu e o meu coração de mãe desacelerou. 
A irmã disse-lhe adeus e ele atirou-lhe um beijo. 
Quando já estávamos de costas voltadas ele gritou : -"amo-vos" e aí o meu coração dançou!
Nós retribuídos com sorriso e beijos voadores por entre as grades que nos separavam.
No caminho de volta para casa só rezava para que este dia fosse bom para ele, e que o ano começasse com entusiasmo e motivação.
Que seja um ano, acima de tudo, feliz amor maior!
Porque para mim a tua felicidade é o mais importante, embora eu diga que as boas notas são para continuar!

"A minha cara pintada" - Atividade de expressão plástica

Este sábado o tempo não estava nada convidativo para grandes aventuras no exterior. Mesmo nós gostando de andar a chapinhar na chuva,...